Grupo LINOS  ::  Media Center - Empresas que têm crescido, apesar da crise

Media Center

Empresas que têm crescido, apesar da crise

Ao longo desta semana, a Renascença tem apresentado casos de empresas que têm crescido, apesar da crise. Conheça a história de uma empresa que exporta mais de metade de toda a sua produção.

A União faz força. A frase veste na perfeição os Primores do Oeste.

“São cem agricultores, que são accionistas e produtores”, explica Jorge Camilo, director de produção desta empresa que foi criada em 1999 e que, apesar das intempéries e da crise, continua a crescer.

Os agricultores produzem nas suas terras e depois distribuem e vendem a partir daquele ponto central. A Primores do Oeste exporta entre 50 a 60% daquilo que produz.

A maior parte vai para Espanha, Alemanha, França e Polónia, onde já tem uma sucursal: “É uma sucursal dos primores, uma plataforma logística, um armazém de onde emana parte das exportações que fazemos. Pode haver exportação directa para os clientes, como também pode haver para essa plataforma que depois faz a circulação do comércio tradicional na Polónia e nos países limítrofes”.

No imediato, empresa quer consolidar a posição na Polónia. No futuro, há mercados extracomunitários à espreita.


Autor: Radio Renascença
Data: 2011-11-24
Fonte: Radio Renascença



❮ voltar