Grupo LINOS  ::  Media Center - Agricultura portuguesa também usa tecnologia de ponta

Media Center

Agricultura portuguesa também usa tecnologia de ponta

Agricultura portuguesa também usa tecnologia de ponta

 Os produtos mais vendidos pela empresa são os sistemas que medem o teor de humidade do solo, os sistemas que medem os parâmetros de qualidade da água, e os sistemas de automação que podem ser adaptados a comportas.

Para além disso, a empresa possui um software próprio que permite monitorizar e controlar todos os sistemas à distância. A Uavision assegura ainda a manutenção de todos os seus produtos, garantido assim a fidelização dos clientes.

O principal público destes produtos são os grandes agricultores e associações que posteriormente prestam serviços aos seus associados.

O tipo de agricultura que mais beneficia com esta tecnologia de ponta é a vinha, devido aos níveis de qualidade exigidos, refere um dos sócios da empresa, João Noéme. No entanto, muita desta tecnologia já está aplicada aos produtos cultivados na Lezíria de Vila Franca de Xira como o tomate, a batata e o melão.

Em relação ao custo - beneficio, a empresa trabalha sobretudo com a gestão da água, garantindo ao produtor uma enorme poupança da mesma (cerca de 20%) bem como a maximização da qualidade e da produtividade.

Neste momento a maior parceira da empresa é a Associação de Beneficiários da Lezíria de Vila Franca de Xira, com a qual trabalham há cerca de quatro anos, já com muitos sistemas implementados. 

Sondas para determinação de nutrientes em hidroponia para breve

A adesão dos agricultores portugueses à tecnologia de ponta está a ser muito boa e este ano a empresa apostará sobretudo nas sondas que medem os parâmetros de qualidade da água para determinação de nutrientes, uma vez que foram introduzidos sensores com nitratos, cálcio, potássio, muito importantes em algumas culturas. A Uavision pretende com este tipo de sistemas trabalhar em hidroponia (produção de produtos hortícolas sem terra), onde já foi iniciada uma colaboração de desenvolvimento com a empresa Primores do Oeste, pioneira neste tipo de tecnologia em Portugal.

Versão comercial da Aeronave não tripulada prevista este ano

A empresa espera ainda lançar este ano uma versão comercial da aeronave não tripulada.

Quanto ao futuro, a principal ideia da Uavision é a internacionalização/exportação, tendo como alvo Marrocos, América Latina e Sul de Espanha. Pretende ainda fazer chegar ao olival esta tecnologia de ponta.


Autor: Voz do Campo
Data: 2013-02-28
Fonte: Voz do Campo



❮ voltar